Estudos recentes informaram que aproximadamente 20% dos dados de um prestador, como os dados demográficos e as certificações, mudam anualmente. E um dos muitos desafios do atendimento à saúde é gestionar os dados dos prestadores, aqueles que possuem variações frequentes em sua localização, participação em seguros e afiliação com os sistemas de saúde.

Os planos de saúde, instituições prestadoras de serviços clínicos e as organizações de saúde pública possuem complicações para seguir o ritmo dessa mudança constante nos dados dos prestadores, assim como de que cada um utiliza diferentes recursos para atualizar seus próprios registros. A recoleta desses diferentes dados não são consistentes entre sistemas dispares em um sistema de saúde ou plano de saúde típico. De fato, uma média de 30 a 40 por cento dos registros dos prestadores nos sistemas de saúde dos Estados Unidos, possui informação faltante ou incorreta.

Ter informação incorreta ou incompleta dos prestadores pode resultar especialmente frustrante quando esses tentam derivar seus pacientes a um especialista, ou quando os pacientes buscam um novo prestador e tentam averiguar qual deles é admitido em seu sistema de previsão. Então, como as organizações podem enfrentar o desafio de entregar informação correta e completa para suas diversas partes interessadas, e fazê-lo de forma eficiente? O Instituto de Qualidade de Rhode Island (RIQI) encontrou uma solução.

RIQI está estabelecendo um novo padrão para os Estados Unidos com seu diretório de prestadores em nível estatal, através do CurrentCare. Um sistema cuja característica chave é o Intercâmbio de Informação Clínica (HIE) dentro do estado de Rhode Island. CurrentCare utiliza HealthShare de InterSystems, uma plataforma de software que vai mais além dos requerimentos básicos para o intercâmbio de informação e permite compartilhar dados enriquecidos, integrar analítica de dados e formar comunidades online comprometidas.

Antes da InterSystems, o RIQI utilizava um registro de prestadores integrado com sua plataforma de intercâmbio de Informação, o que consistia basicamente em uma lista de prestadores com seus endereços diretos. Segundo indica Elaine Fontaine, Diretora de Qualidade e Analíticas de Dados do RIQI, “O diretório inicial de prestadores era bastante similar a umas Páginas Amarelas de provedores. A informação dos prestadores só estava disponível para os prestadores que utilizavam nosso sistema de PME e ajudava a facilitar o intercâmbio de dados entre eles. Para implementar um serviço de valor, foi necessário desenvolver uma solução que gerará um diretório de prestadores mais consistente”.

Com HealthShare, o RIQI está coletando e padronizando os dados dos prestadores desde diferentes fontes, incluindo redes de entrega de atendimento coordenado (IDN por suas iniciais em inglês), seus hospitais, prestadores afiliados e contribuintes do sistema estatal de serviços de saúde. RIQI utiliza a sofisticada lógica de combinação de HealthShare para analisar e atualizar automaticamente os registros dos prestadores, unir os registros e identificar exceções, os que se localizam em uma fila em um fluxo de trabalho. A partir daí, validam os dados e se atualiza o diretório para mostrar as mudanças pertinentes.

Os benefícios do diretório de prestadores do RIQI são diversos. Até o momento, o RIQI validou mais de 10.000 registros de organizações de saúde em todo o estado. A capacidade de ter uma “fonte única da verdade” centralizada para o estado, que se pode compartilhar com os demais sistemas, cria eficiência operacional para seus diversos grupos de interesse na saúde.

As organizações de saúde podem enfocar seus recursos em entregar um atendimento baseada no valor e a gestão de saúde da população, em vez de manter atualizada sua informação de prestadores internos. Para os prestadores, este nível de precisão de dados apoia as transições fluídas nas derivações de serviços e prestações, e também garante a consistência dos dados entre diferentes plataformas administrativas e de Registros Clínicos Eletrônicos (RCE). Para as seguradoras, um diretório de prestadores único e preciso melhora os processos de negócio e ajuda a evitar as multas associadas à entrega de informação incorreta no diretório de prestadores.

A “única fonte da verdade” reduz a duplicação através de todo o sistema de saúde em Rhode Island, já que diminui significativamente a necessidade de que cada organização dedique recursos para reunir os mesmos dados em seus próprios depósitos.

O diretório de prestadores também gera a oportunidade de potenciar o valor dos profissionais associados a RIQI. O portal, que logo será lançado publicamente, permitirá que os pacientes busquem prestadores; permitindo também encontrar uma instituição que cumpra com seus critérios. O diretório é, tamb, a base para as análises necessárias para ter sucesso nos sistemas baseados no valor das prestações, tais como o designar pacientes a determinados prestadores. Dado que os prestadores devem coordenar atendimentos mais além de seu alcance (por exemplo, coordenar interconsultas) devem conhecer dados desses doutores, como seus e-mails, localização e outros dados chave. Tal como diz Laura Adams, Gerente Geral de RIQI: “Grande parte do atendimento de saúde é uma indústria artesanal e altamente fragmentada. Com a mudança rumo ao atendimento de saúde baseada em equipes, e os modelos de pagamento de reembolso de valores, é essencial ter informação de prestadores que seja precisa em todo momento. Um diretório de prestadores bem desenvolvido permite conectar as equipes de saúde e entregar informação aos pacientes; o que é vital para que esses possam gestionar sua saúde”.

O sucesso do diretório de prestadores de Rhode Island assentou um precedente nacional. RIQI foi reconhecido como líder no atendimento centralizado no paciente pelo Departamento Coordenador Nacional para as Tecnologias da Informação em Saúde (ONC) e é altamente valorizado pelos grupos de interesse, já que seu trabalho gera um aumento na qualidade do atendimento para todos os cidadãos de Rhode Island. RIQI também participa na Comunidade de Aprendizagem de Tecnologia para o Diretório de Saúde ONC.

No futuro, RIQI pretende expandir o diretório para que inclua mais de 3.500 prestadores de saúde mental e, graças a que a plataforma HealthShare torna possível conectar-se de maneira simples com outras tecnologias, planeja acrescentar fontes de dados adicionais em um futuro próximo.

Fonte: http://www.intersystems.com/