Mediante um portal web que que será lançado pelo Conselho de Saúde e Política Social de Múrcia (Espanha), os cidadãos poderão acessar seus prontuários médicos eletrônicos, realizar consultas virtuais com seus clínicos gerais, conhecer as devoluções na cobertura farmacêutica e revisar as consultas agendadas.

“”Os usuários acessarão o Portal do Paciente do Serviço Murciano de Saúde através de seu certificado digital ou de uma senha proporcionada em seu Centro de Saúde com absoluta confidencialidade e segurança garantida”, explicou a conselheira do Serviço Murciano de Saúde, María Ángeles Palacios.

Segundo anunciou, a ferramenta TI estará disponível desde o Ponto de Acesso Eletrônico do Serviço Murciano de Saúde (SMS) ou no portal sanitário Murciasalud.

“Os cidadãos terão acesso aos seus dados de cartão de saúde, hospital de referência, médico e enfermeiro geral, um breve resumo de informação sobre a atualidade em sua área de saúde e a possibilidade de solicitar consulta eletrônica com  seu médico”, detalhou Palacios.

A consulta virtual ainda está em processo de teste em dois centros de saúde da Área II – Cartagena Este e Cartagena Casco Antiguo-, mas será implantado a partir de janeiro e ao longo de todo o ano de 2014 no restante dos estabelecimentos de saúde.

“”Não se trata de substituir a consulta presencial, senão que é uma opção de apoio à consulta habitual, de caráter pessoal, uma nova via de contato e comunicação entre médico e paciente, com vocação de apoio””, esclareceu a conselheira.

O Portal do Paciente do Serviço Murciano de Saúde está dividido em quatro áreas: aplicativos, dados pessoais, canal de comunicação de notícias de caráter regional ou interno de cada centro de saúde, e dados de atenção primária – o centro de saúde que corresponde ao paciente (com seu endereço, telefone e mapa de localização) e os dados do médico ou enfermeiro geral com links rápidos para solicitar horário ou fazer uma consulta -.

Na Área de Aplicativos, o usuário terá acesso à informação de sua contribuição farmacêutica, ou seja, o número de receita, o medicamento, o número de embalagem e o custo.

Além disso, no link ao PME, os cidadãos encontrarão informação pessoal e clínica, dados analíticos – como temperatura e pressão-, instruções prévias, alergias diagnosticadas, vacinações, prescrições, consultas pendentes e relatórios -que estarão disponíveis em PDF e poderão ser impressos-.

Os usuários poderão autorizar o Serviço Murciano Saúde para que lhes envie alertas e notificações mediante sms ou e-mails. Com esta utilidade procura-se abrir uma nova via de comunicação entre o serviço e os pacientes.

Fonte: Murcia Saúde